Arte na Grécia Antiga

Enquanto a arte egípcia focava o espírito, a arte grega procurava representar a  inteligência, pois o povo entendia que seus reis não eram deuses, mas pessoas que trabalhavam a serviço do povo. Foi um período humanista com grande ênfase ao culto pela beleza.

Praxíteles foi o primeiro artista que esculpiu o nu feminino. Policleto e Lisipo polemizaram acerca de um padrão de equilíbrio, onde as estátuas deveriam ter 7,5 ou 8 vezes o tamanho da cabeça. As figuras esculpidas por esses gênios davam impressão de movimento e beleza de qualquer ângulo que fossem vistos.

As pinturas em cerâmica, mostram equilíbrio e harmonia, de extremo bom-gosto. Esses vasos eram usados para armazenar, entre outras coisas, água, vinho, azeite e mantimentos.

Os gregos destacaram-se principalmente na arquitetura. Houve três estilos arquitetônicos na Grécia Antiga:

Dórico Linhas sóbrias, o estilo mais simples
Jônico Estilo elegante com adornos arredondados
Coríntio Ornamento em formato de folhas

Grande parte da pintura grega desapareceu. Restaram apenas tumbas dos séculos IV e III a.C. e alguns vasos pintados.